sexta-feira, 2 de março de 2012

Sentimento e Vida!

Sempre pensei nos meus sentimentos como alguma coisa muito inexplorada, de fato os nossos sentimentos são coisas inexploradas que o nosso corpo experimenta sem mesmo nos deixar saber se queremos ou não. Tenho tido muitas experiências com sentimentos no passar dos anos, mas isto não é uma novidade não é? Afinal de contas todos nós sentimos!

Ultimamente tenho visto que os sentimentos fazem grande diferença em nossas vidas! Fazem diferença naquilo que somos e em nossas escolhas e no que nos transformamos. Passei por muitas experiências ultimamente, muitas boas e muitas ruins... fiz um curso de meditação que abriu muito minha visão sobre os sentimentos e tudo que eles fazem para o nosso corpo e nossa alma.

Agora eu vejo que não existe nada melhor para nossa vida do que viver com a aquela felicidade nos guiando para novas coisas e boas coisas. Por muito tempo fui revoltado com as coisas que aconteciam... vivia dependendo do que acontecia ao meu redor. Hoje eu aprendi que não devemos viver baseado no ambiente que nos cerca, devemos viver baseado no que sentimos, fazendo isto seremos mais felizes e vamos conseguir atrair muitas coisas boas para nós.

Uma dica para todos que lerem... meditação é uma coisa muito boa para o corpo, alma e mente! Abre nossa visão do que somos, e nos faz começar a entender melhor aquela pergunta que eu por muito tempo tentei responder em termos filosóficos que seria: "Quem sou eu?"... afinal de contas ninguém conhece você mais do que você!

Mais um post louco da minha cabeça confusa! =)


Romulo

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

De volta aos pensamentos

Olá,

Hoje eu resolvi voltar a escrever por aqui. Sei que meus posts eram sempre bem confusos mas que pelo menos diziam alguma coisa as vezes. Sempre que puder e tiver uma inspiração vou escrever por aqui.

Vamos lá...


Vocês conhecem o mito da caverna? para os que não conhecem segue o link aqui.

Por muito tempo eu achei que tinha saindo desta caverna e por uma acaso eu tinha saído desta caverna sim, mas por um momento da minha vida eu voltei para esta caverna, vivendo uma vida sem questionamentos e com pensamentos que eram apenas aceitos como verdadeiros e processados pela minha mente como se fosse um molde de como eu deveria viver.

Muitas vezes eu tentei sair desta situação, mas estava envolto a um bloqueio, mas eu não sabia disto. Mas por sorte pouco tempo atrás eu consegui perder este bloqueio e comecei a me questionar o como eu estava vivendo e quais eram meus objetivos. Acabei achando o caminho para sair da caverna.

Agora quero dizer para vocês que viver uma vida com objetivos definidos pelos outros não é viver uma vida. Estamos todos tentando alcançar objetivos comuns, alcançar objetivos que foram determinados pelos outros, não quero falar sobre os objetivos, mas eu quero deixar você refletir nos seus objetivos, pense um pouco no porque você realmente quer alguma coisa, será que vale apena fazer mal aos outros ou mesmo fazer mal a si mesmo para alcançar um objetivo que muitas das vezes vai somente lhe trazer felicidade momentânea?

Reflita sobre o que você quer, será que realmente é o que você que? Ou alguém falou para você que é isto que você quer?


Como sempre meio confuso, se alguém discordar de alguma coisa é só escrever ai.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Herança perdida....

"Imaculado seja teu nome que não conseguiu ecoar
num cataplasma de sonhos vividos nessa realidade fugaz,
pois agora viver destas lástimas nos faz alvejar a sua falta
em meio às preces adornadas com
muita equidade em nossas escolhas,
atilado por não decidir pelo seu caminho entre as flores,
muita dor insistia em uivar no meu peito,
porém enviesada nos caminhos fraternos,
a saudade com muita lisura nos mostra a abnegação
do que é um mundo cúmplice de suas próprias ambições,
pois meu coração só viverá em paz
no dia que meu viver se tornará eterno,
fulgurava a paixão que me fazia pensar
nas pulsações futuras deste mais
belo momento de um poder angelical
que só anestesiava os meus pensamentos,
mas isto fora apenas uma estrela cadente
que desenhou minha noite,
em uma hora de esperança e cumplicidade varonil,
onde este arco íris não mais conseguiu se formar,
pois a chuva se encarregou de escoar
todas as paixões que vivemos,
e fizera delas uma nebulosa áurea
de sofrimento e angústia inconsoláveis,
isso porque meu filho querido voce se foi..."

DEMAIS POEMAS NO LINK "POESIAS E/OU DEVANEIOS" NO CANTO DIREITO DO BLOG.

Gustavo Amariz.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Sem mais....

"As mais límpidas águas que correm pelas nascentes,
nas verdade são as lágrimas de uma vida em sofrimento,
aquela miragem em meio ao céu se torna completamente
obsoleta quando se sente o desprezo da solidão,
sabemos que o mundo nao respira como deveria,
mas sim transpira ódio e terror em meio aos tempos divinos,
tempos esses que servem para mostrar o quanto o amor é
fundamental porem esquecidos por muita gente,
onde apenas o supérfluo consegue vigorar,
em meio as estrelas que só fazem brilhar por chorar,
enquanto destruímos nossas vidas num vazio sem compreensão"

DEMAIS POEMAS NO LINK "POESIAS E/OU DEVANEIOS" NO CANTO DIREITO DO BLOG.

Gustavo Amariz.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

O fim..

"Agora sem verão, os sonhos se degeneram em solidão,
o destino insiste em lhe perseguir e assim diante da sua história,
os momentos vividos continuam em prece até o dia de partir,
e assim que a noite terminar verá que sua vida não foi em vão,
porém se não consegue resistir ao enclaustro nesta bela manhã,
é porque a misericórdia não existe, o amor não conseguiu vencer,
os pássaros não mais se encontram e as flores lacrimejam até o final
da sua melancolia para assim ao crepúsculo adormecerem..."

Gustavo Amariz.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Voltando...

Depois de um tempo sem postagens, finalmente volto aqui para reativar o blog e assim tentar novamente exprimir um pouco dos meus sentimentos que vivo em meu dia a dia, espero poder a cada semana postar algo que mostre o quanto é importante pra mim as horas, minutos e segundo vividos neste mundo tão cheio de incertezas...

Para reativar o blog, posto aqui uma letra de música que fiz com muito carinho, em breve pretendo gravá - las e criar um my space para divulgação...

Como se fosse mel

"As ilusões que parecem de vir de encontro a mim,
e todas as miragens que eu vi
não são mais belas que você,
meu coração sente a falta do seu amor
e em todos os mares que andei
eu sempre te procurei

mas agora o que vamos fazer?
você foi embora e me deixou sozinho,
meu amor eu tentei...

As confissões de um vida vem se revelar,
e os teus segredos vou achar
só tenho que me acostumar,
e o eu olhar quando vem de encontro ao meu
eu me sinto tão feliz porque te encontrei"

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Este é o fim.

Saudações, pessoal.
Após meses de inatividade, resolvi declarar oficialmente o fim das atividades do Pensamentos Peculiares, ou, pelo menos, a minha saída do blog (Se o Rômulo ou o Gustavo quiserem dar continuidade, ficarei feliz em deixar o blog nas mãos deles).

Gostaria de dizer que a experiência de escrever periodicamente, receber críticas, elogios e sugestões e fazer novos amigos me foi bastante engrandecedora, uma excelente oportunidade de amadurecimento intelectual. Sendo assim, levarei ótimas lembranças daqui.

Para quem se interessar, o conteúdo de tudo o que foi publicado até agora continuará acessível normalmente, visto que é um material muito precioso para ser simplesmente apagado e perdido no tempo. Então, a quem tiver paciência, sugiro a leitura dos "clássicos".

Em nome da equipe, agradeço imensamente a todos os que nos acompanharam e apoiaram durante o tempo que estivemos juntos. Obrigado a todos pelas boas recordações =] Continuem a pensar criticamente o mundo em que vivemos e a aprender com as diferenças em vez de rejeitá-las, pois este é o caminho que leva ao engrandecimento da alma.

Sem mais, adeus e
Abraços,

Jack Waters